quinta-feira, 25 de agosto de 2016

DISPENSA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES


Dias: 29, 30 e 31/08 (2ª, 3ª e 4ª feira)

PERÍODO VESPETINO

Motivo: CONSELHOS DE CLASSE

OBSERVAÇÃO:

A   GINCATEVI   transcorrerá normalmente.

Estudante da ETEVI conquista medalha na OBFEP



Das matérias que mais gosta a Matemática e a Física se sobressaem. Julia Valentina Bonelli, 17 anos, aluna da Escola Técnica do Vale do Itajaí (ETEVI), gosta de números. Pela Matemática, a aluna já tinha conquistado em 2014, uma bolsa junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/FURB), para estudar “O Conjunto dos Números Perplexos, orientada pelo professor Nelson Hein”.

Pela Física, a conquista foi recente. Julia conquistou medalha da prata na última edição da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP), realizada em 2015. A organização da OBFEP premia em nível nacional e estadual, com medalhas de ouro, prata e bronze para cada série, do nono ano do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio.

As provas foram aplicadas ano passado. Na época da prova, Julia cursava o segundo ano do Ensino Médio. Hoje ela frequenta o Terceirão. A premiação, no entanto, ocorreu apenas neste ano. A ETEVI já havia participado outras vezes da prova, mas até então não havia conseguido atingir os pontos necessários para seguir para a segunda etapa.

A prova é dividida em duas etapas: a primeira é objetiva e a segunda discursiva e prática. Nesta edição da prova, Julia conseguiu. “Achei a parte discursiva mais difícil. Mas gosto de física porque envolve cálculo”, disse orgulhosa do próprio resultado.

O professor de Física, Rui Barboza, acredita que este resultado é fruto do esforço da aluna, o que acaba, segundo ele, contribuindo para que outros estudantes se espelhem no bom exemplo. “Sempre quando há algum resultado como este, acaba incentivando outros alunos a se dedicarem e a participar mais tanto das aulas quanto de provas como esta. Os bons exemplos são os melhores incentivadores”, disse.
Medalhistas da edição 2015 da OBFEP
Segunda série do Ensino Médio:
Ouro: Nathan Damann (Instituto Federal de Santa Catarina - Joinville)
Prata: Júlia Valentina Bonelli (Escola Técnica do Vale do Itajaí - Blumenau)
Bronze: Giovane José Carlessi (EEB Raul Pompéia - Campo Erê)

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Vestibular UFSC/UDESC 2017

1. O resultado do Concurso Vestibular UFSC/2017 é válido apenas para o ingresso no primeiro ou no segundo semestre letivo de 2017, nos cursos de graduação presencial oferecidos nos campi das cidades de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville conforme o Quadro Geral de Vagas (Edital)

2. DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO

2.1 - A inscrição ao Concurso Vestibular UFSC/2017 será realizada somente via internet.

2.2 - Para realizar a inscrição, o candidato deverá proceder da seguinte maneira:
a) acessar o site www.vestibular2017.ufsc.br, no período de 14 de setembro a 13 de outubro de 2016, preencher integralmente o Requerimento de Inscrição e enviá-lo (via internet) para a COPERVE/UFSC até as 23h59min do dia 13 de outubro de 2016. As informações prestadas nesse Requerimento são de total responsabilidade do candidato;
b) imprimir o Comprovante do Requerimento de Inscrição;
c) imprimir o Boleto Bancário para pagamento da taxa de inscrição;
d) efetuar o pagamento da taxa de inscrição, usando o Boleto Bancário, até o dia 14 de outubro de 2016. Esse pagamento deverá ser efetuado em qualquer agência bancária do território nacional (observado o horário de atendimento externo das agências), em postos de autoatendimento ou via internet (observado o horário estabelecido pelo banco para quitação na referida data).
2.2.1 - O valor da taxa de inscrição será de R$ 125,00 (cento e vinte e cinco reais) para todos os cursos.
Maiores detalhes: edital completo em : http://vestibular2017.ufsc.br/
Provas:
As provas do Vestibular UFSC/2017 serão realizadas nos dias 10, 11 e 12 de dezembro de 2016

Vestibular UDESC


PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA O VESTIBULAR 2017/1:

05 de setembro a 07 de outubro de 2016
Provas: As provas ocorrerão dia 27 de novembro de 2016

Maiores detalhes: http://vestibular.udesc.br

Coro da ETEVI no 4º Encontro Regional Sul de Arte na Escola

No dia 18 de agosto o Coro da ETEVI fez uma apresentação no 4 Encontro Regional Sul do Arte na Escola. Os alunos da ETEVI sob a regência da professora Lizandra Hak cantaram três músicas e encantaram a plateia com seu desempenho artístico e carismático. Parabéns pela apresentação!












terça-feira, 16 de agosto de 2016

Bluvolei/Etevi disputa JESC em Presidente Getúlio



A Equipe do Bluvolei/Etevi viaja nesta quinta (18/08) para Presidente Getúlio, onde disputará a Fase Regional dos Jesc de 15 a 17 anos.
 
Ano passado nossa equipe conquistou o título inédito do Estadual. “Agora estamos trabalhando muito para repetir o resultado, sabendo que neste ano a favorita para a competição é a equipe de Guaraciaba, atual primeira colocado no Estado. Esta Regional será bem equilibrada e esperamos buscar a vaga com muita garra e determinação”, afirma o técnico Carlos Henrique Brito de Oliveira.
 
  
Data: 19/08/2016 – Sexta Gin. Do EEB Orlando Bertoli Rua Nereu Ramos 318 , Centro Presidente Getúlio/SC
Hora
Jogo
9h30
Bluvolei/Etevi
X
Jaraguá do Sul
15h30
Bluvolei/Etevi
X
Pouso Redondo
Data: 20/08/2016 – Sábado EMEB Guilherme Rotermel Rua Niterói  , Bairro Niterói  Presidente Getúlio/SC
14h
Bluvolei/Etevi
X
Presidente Getúlio
17h
Bluvolei/Etevi
X
Lontras
Data: 21/08/2016 – Domingo
9h
SEMI
10h
SEMI
13h30
3º e 4º
14h30
Final
 

Bicampeã mundial é aluna da ETEVI



Ela tem apenas 17 anos, mas possui um quadro de medalhas que é de dar inveja. São mais de 80 medalhas conquistadas ao longo de curto caminho pelo atletismo. A mais recente conquista ocorreu em julho deste ano, quando, aos 17 anos de idade, Isabel Demarco de Quadros, recebeu o título de bicampeã na prova do Salto com Vara no Mundial Escolar – Gymnasíade, realizado na Turquia no período de 11 a 18 de julho. O Gymnasíade é organizado pela Federação Internacional de Esporte Escolar (ISF) e considerado o maior evento de esporte escolar do mundo.

A trajetória de Isabel é curta. Começou no atletismo aos 13 anos. “Meus pais viram minha paixão e me colocaram para praticar esportes. Comecei, inclusive pelo futsal”, recorda.
De lá para cá, o quarto de sua casa se enche cada vez mais de medalhas. “A parede está bem colorida”, diz, referindo-se à quantidade e diversidade de premiações já recebidas. Natural do Rio Grande do Sul, Isabel mora em Blumenau a pouco mais de um ano e foi na Escola Técnica do Vale do Itajaí (ETEVI), que ela encontrou o lugar ideal para conciliar os estudos ao esporte que tanto ama. “Aqui, recebo a base da educação e o incentivo que preciso para competir”, diz.

Clique aqui e saiba mais sobre a ETEVI.

E o esporte já a levou para vários lugares. Entre eles, EUA, Uruguai, China, Turquia, além de vários estados brasileiros. “É com o atletismo que realizo dois sonhos: concilio o esporte que tanto amo com as viagens. Uma paixão leva a outra!”, diz.

E para conquistar tudo isso, o treino é diário. De segunda a sexta-feira, Isabel treina pelo menos três horas por dia. O treinador, Pedro Nascimento, mescla atividades de musculação, ginástica, saltos, entre outras. “Eu gosto disso tudo. O esporte me desafia e eu gosto de desafios. O esporte dá muita disciplina, das coisas que eu aprendi no esporte, eu levo para a vida toda”, disse Isabel.

A próxima competição será em outubro em Porto Alegre. Será uma seletiva para o sul-americano que vai ocorrer no mês de novembro.

Experiências internacionais
Competir fora do Brasil sempre gera um pouco de expectativa. Longe da família e de amigos, o atleta precisa contar com o apoio da delegação que o acompanha. E nesta última viagem à Turquia, Isabel passou por uma experiência inesquecível.

No dia em que iria competir, a Turquia havia acordado com o anúncio da tentativa do golpe militar. As informações repassadas era que os aeroportos seriam fechados e que ninguém poderia sair do país. Havia também uma informação prévia de que as provas daquele dia seriam canceladas. Familiares queriam saber como ela estava. Amigos do Brasil queriam informações. O clima era de apreensão. Uma reunião naquela manhã decidiu pela continuidade das provas. Eram 10 atletas que iriam competir.

Todas muito nervosas. “Além do nervosismo de quem vai disputar uma prova, havia todo o cenário externo que preocupava. O clima de fato, não era um dos melhores”, relembrou Isabel.

Chegada a hora da prova, Isabel foi lá e conseguiu! Fez a marca de 3,60 metros, quando sua melhor marca é um pouco superior: 3,67 metros. “Uma experiência inesquecível”, disse. 

Dispensas de Atividades Complementares dos dias 16 e 17/08


DISPENSA DE AULAS

Ø  Terça-feira, dia 16/08 – Oficina de Redação (1ª a 3ª séries)

Ø  Quarta-feira, dia 17/08 – Laboratório de Física (1ª série)